Últimos assuntos
» acunpunctura
Ontem à(s) 23:05 por Brick

» Desmame de ALPRAZOLAM 1mg
Ontem à(s) 21:59 por Oporto

» Ansiedade + TOC
Ontem à(s) 20:05 por Helena1974

» Meditação: Lá tentei.
Ontem à(s) 19:43 por Vitor

» FOBIA SOCIAL
Dom Ago 31 2014, 21:40 por lfcosta

» Não tenho amigos
Dom Ago 31 2014, 01:02 por lfcosta

» Ao fim de quase 9 meses...
Sab Ago 30 2014, 20:46 por mrbombas

» voltei.. nao me sinto bem :(
Sab Ago 30 2014, 13:27 por AnaRita

» Ponto de situação :)
Sab Ago 30 2014, 13:25 por AnaRita

» dores de cabeca
Sab Ago 30 2014, 00:23 por Panda


Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?552

Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Bunny_Cupcake em Dom Jun 09 2013, 17:08

Olá a todos, sou nova aqui no fórum e precisava muito de ajuda...

Já sofri com alguns episódios depressivos , sempre tive acompanhamento de psiquiatra e de psicólogo. A última depressão que tive foi grave e foi em Setembro do ano passado (estive de baixa do trabalho durante dois meses). Por volta de Março deste ano comecei a sentir-me melhor, apesar de ter perdido o emprego, ter mudado de cidade e a minha vida também ter mudado drasticamente.

Mas o pior de tudo e que me deitou de novo abaixo, aconteceu há um mês.
A minha irmã (tinha 33 anos), suicidou-se. Encontrei-a na manhã de 6 de Maio, enforcada na cama do quarto, já sem vida... Chamámos o INEM, a polícia, os bombeiros, os meus pais... foi um pesadelo, estive um quarto de hora em desespero a ligar consecutivamente ao 112 e não me atendiam... pensei que eu é que estava a ficar maluca, achei impossível como não atendiam o raio da chamada. Mesmo assim, o Inem só chegou meia hora depois - já tinha chegado a GNR, os Bombeiros, os meus pais e uma vizinha nossa enfermeira que tentou reanimar com os meios que tinha (ou seja nenhuns) através de respiração boca a boca.
Ainda tínhamos alguma esperança que a pudessem reanimar, estiveram imenso tempo a fazer várias tentativas de reanimação mas já foi tarde demais.
Eu ainda tinha uma pequena esperança... foi horrível ouvir o enfermeiro dizer-nos que já tinham tentado de tudo e que não havia forma de a trazer de volta e que agora tínhamos que esperar pelo delegado de saúde para levantarem o corpo.

Ainda parece mentira... eu vivia com ela e éramos muito unidas. A minha irmã, que sempre a adorei e admirei por ser tão corajosa, inteligente, afectiva e determinada... foi-se embora assim, sem deixar pistas... ou antes, deixou... eu não as soube interpretar e eu era a pessoa que a melhor conhecia, podia ter-lhe dito algo que pudesse mudar alguma coisa, um abraço, dizer-lhe o quanto gostava dela... sei lá... Agora já é tarde...Sad

No início achei que ia aguentar isto, costumo ser forte e corajosa. Mas nunca tinha lidado com a morte de uma pessoa tão chegada e nunca pensei que com o tempo me fosse sentir pior... Apesar de ainda me parecer mentira que ela morreu, a pouco e pouco estou a começar a aperceber-me que nunca mas nunca mais a vou ver/ouvir e cada vez mais me dá mágoa e angústia. Mais pela forma como ela morreu, porque ela decidiu dar termo à vida, eu poderia ter feito algo para mudar isso... ela podia ter ultrapassado a depressão dela (apesar de estar medicada por um psiquiatra e ter acompanhamento de uma psicóloga), sendo eu uma das pessoas que mais próximas estava dela, podia ter feito alguma coisa e talvez ela ainda estaria aqui... talvez mais feliz.

Enfim, eu sei que os meus pais são quem estão a sofrer mais neste momento e é a eles que tenho que apoiar. Mas por outro lado, está tudo a cair tudo sobre mim, eles esquecem-se que eu também estou a sofrer com isto, talvez menos, mas não invalida o meu sofrimento. A relação entre os meus pais também não está bem e para além do que aconteceu com a minha irmã, ainda tenho que levar com os problemas de agressividade do meu pai para com a minha mãe - tentando resumir isto, eu já não estou para me meter no assunto. Já fiz de tudo, já apoiei a minha mãe para fazer queixa se for preciso, tem-me como testemunha. Mas já não tenho nem sinto que tenho mais obrigação em ajudá-la nesse assunto. Ela não quer ser ajudada, só se sente bem a queixar-se da vida triste que tem com o meu pai e não toma medidas em relação a isso. Entrou num ciclo de vitimização.
Eu tenho 28 anos e vivia na minha casa, com a minha irmã. Neste momento estou a viver com os meus pais para lhes dar algum apoio, devido à morte da minha irmã. Mas vai ser apenas por alguns meses, porque por este andar fico maluca. Vou à minha vida, estando sempre disponível para algo que os meus pais precisem.

Enfim, desculpem o desabafo. Isto era para ser um texto curto apenas com o objectivo de pedir contactos de psicólogos a um preço acessível - neste momento estou desempregada (desde Março) a receber o subsidio social de desemprego (recebo menos que o subsidio 'normal') e a partir de Agosto deixo de receber, o que não dá para andar a gastar dinheiro e nem sei se consigo emprego até lá.
Daí não posso suportar os custos de 40 euros semanais em consultas de psicoterapia e procuro algum serviço mais acessível...
Já estive para ir ao centro de saúde pedir informações, mas neste momento não tenho médico de família.

Se tiverem sugestões ou se conhecerem algum que me possam informar/aconselhar, agradeço imenso!!

E desculpem o "testamento" Mad Obrigada *

Bunny_Cupcake

Mensagens: 4
Reputação: 0
Data de inscrição: 09/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Barbara Reis em Dom Jun 09 2013, 17:21

Lamento imenso o que te aconteceu... Tens de ter muita força. Eu vi o meu pai a morrer ao meu colo e eu abraçada a ele... sei como estas situações nos marcam.... mas o tempo ajuda. daqui a um ano já será mais facil...
em relação a psicologos o que conheço é tudo caro mas se fores à médica de familia e ela te encaminhar para psicologia num hospital é barato, só pagas taxas moderadoras. Se não conseguires ir diretamente a um psicologo, ela que pensa referenciação para uma consulta de psiquiatria e depois na consulta de psiquiatria dizes que queres que um psicologo te acompanhe. Como os psicologos não são médicos, por vezes tem que se ir 1º à consulta de psiquiatria.
As tuas consultas com o psicologo têm dado resultados? Eu tenho ansiedade e medos e estou a começar... tenho medo que não resulte...
Dá-me o teu testemunho por favor.
Obrigada.

Barbara Reis

Mensagens: 135
Reputação: 7
Data de inscrição: 06/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Kathya em Dom Jun 09 2013, 21:52

Antes de mais os meus sinceros pêsames. Espero que ultrapasses esse trágico acontecimento o quanto antes.

Em relação ao psicólogo vai ao centro de saúde e marca consulta com um médico de recurso, contas o que se passa e ele passará uma carta para um psicólogo ou então dirá para marcares consulta com um psicólogo nesse centro de saúde...sem pagares nada.

Muita força para ti e para os teus*

Kathya

Mensagens: 94
Reputação: 16
Data de inscrição: 18/12/2012
Localização: Portugal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Bunny_Cupcake em Seg Jun 10 2013, 00:53

Olá Barbara Reis e Kathya, muito obrigada pela indicação! Vou insistir no centro de saúde para me arranjarem um médico de família e ver se daí me arranjam consultas. Se não arranjarem médico, lá insisto para ver se me arranjam um médico de recurso...

Barbara, realmente deve ter sido uma experiência muito pesada a tua... :S A minha irmã não morreu nos meus braços, mas sentir um pai a morrer nos nossos sem podermos fazer nada deve ser ainda mais terrível :S

Em relação a psicólogos, eu conheci alguns e fiz terapia durante uns anos, sempre com psicólogos diferentes. Também fiz psicanálise durante 1 ano e 4 meses (3 consultas por semana).
Também sofro um bocado com a ansiedade, dantes sofria imenso com fobia social, agora posso dizer que estou estável... não curada, mas consigo controlar e nunca mais tive ataques de pânico (tendo em conta o estado em que estava antes de perder a minha irmã).
Acho que a psicoterapia ajudou um pouco e ajudou-me mais ainda a psicanálise por ser algo mais intensivo vs alguns factores de mudança na minha vida que me obrigaram a tomar outro tipo de atitude.
Mas nunca é algo muito certo e que te possa dizer com toda a certeza que vá resultar... Eu tive uma busca difícil pelo psicólogo mais adequado para mim, é que não basta ser conceituado... se não houver empatia da tua parte com ele ou vice versa, se não gostares dele... não resulta de maneira nenhuma.
É um processo longo, com altos e baixos, às vezes é motivante mas muitas vezes frustrante porque comigo levou imenso tempo a obter resultados e houve muitas desistências da minha parte pelo meio. Acho que uma boa parte da ajuda veio mais de mim, embora tivesse adquirido algumas ferramentas nas consultas, analisar o meu tipo de pensamento, re-aprender a pensar e habituar-me a perceber quando este é desfasado da realidade e olhar tudo sempre com outra perspectiva... olhar de fora.

Mas depende, tenho um amigo meu que fez 5 anos de psicanálise e diz que isso não fez praticamente nada por ele. Acabou por desistir.

Acho que depende das pessoas, depende também do psicólogo. Se estiveres em desespero, acho que não perdes nada em tentar, mas não é nada fácil não :S

As melhoras

Bunny_Cupcake

Mensagens: 4
Reputação: 0
Data de inscrição: 09/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Barbara Reis em Seg Jun 10 2013, 00:59

Olha pede uma consulta com carater urgente. O médico de familia quando pede uma consulta para o hospital tem que colocar prioridade, pede para que ele a coloque urgente.

Aconselharam-me a fazer terapia cognitivo comportamental, foi isso que fizeste?

Barbara Reis

Mensagens: 135
Reputação: 7
Data de inscrição: 06/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Bunny_Cupcake em Seg Jun 10 2013, 21:52

Ok, Barbara, vou tratar disso amanhã Smile

Eu fiz cognitivo comportamental durante poucos meses, mas desisti, não gostei. Achei muito superficial e precisava de algo que fosse mais a fundo.
Mas diz-se muito que a cognitivo comportamental ajuda em casos de ansiedade... comigo não posso dizer que tenha ajudado.
É questão de experimentares...

Bunny_Cupcake

Mensagens: 4
Reputação: 0
Data de inscrição: 09/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Pedro_S em Seg Jun 10 2013, 22:07

Os meus sentimentos a ti e restante família. Quanto ao psicólogo, sou da opinião do resto dos colegas do fórum, deves te dirigir ao teu centro de saúde, falar com o teu médico de família, e contar lhe o que se passou, e dentro desse contexto vão te encaminhar para o psicólogo que dá consultas nos centros de saúde da tua área. Pelo menos aqui na minha zona é assim. Encaminhar para o hospital é só para psiquiatria e, ou neurologia. Psicologia, eles têm uma psicóloga que se divide por vários centros de saúde, infelizmente é pouco para tantas pessoas, mas dai ser importante a triagem do médico de família, e que tendo em conta a tua condição financeira concerteza que vão te facilitar o acesso.

_________________
"Dura lex, sed lex"

Pedro_S

Mensagens: 266
Reputação: 23
Data de inscrição: 09/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Bunny_Cupcake em Dom Jun 16 2013, 00:51

Obrigada a todos pela atenção.

Já tenho médica de família e expliquei a minha situação lá no centro de saúde. E só consegui consulta para Setembro Evil or Very Mad Continuei a insistir, explicando a minha situação e nada feito.

Bem, eu não posso esperar até Setembro. Vou ter a ajuda financeira dos meus pais para marcar já uma consulta para a semana num psicólogo de clinica privada.
Depois logo vejo se dá para continuar, concerteza não vou poder ter consultas semanais, mas tudo se resolve.

Difícil mesmo é convencer a minha mãe e o meu pai a irem também. 
Apesar de tudo, a minha mãe está pior que eu. Para além de ter que digerir este desgosto enorme, ainda tem que suportar a agressividade verbal por parte do meu pai (que sempre foi assim, agressivo - ao menos podia ter aprendido alguma coisa com a perda de uma filha... mas não).

Já tentei convencer a minha mãe a fazer queixa do meu pai, ofereci-me como testemunha caso ela precise. Não quer, tem medo que ele se vingue. Também não se quer divorciar (já tem 63 anos). Mas de facto está a sofrer imenso com as atitudes do meu pai. 

Enfim, eu queria mesmo apesar de tudo, que a minha mãe finalmente resolvesse este problema que ela tem com o meu pai, mas falta-lhe coragem. 

Este problema já dura praticamente desde sempre, eu sei que quando sair daqui vai continuar tudo igual. Infelizmente porque a minha mãe nunca teve coragem de tomar uma atitude e eu, apesar de sempre lhe dar apoio em relação a isso, não vou estar aqui em casa com eles para sempre e tenho que voltar à minha vida em breve. 

É que preocupa-me que ele à minha frente, já não agride a minha mãe e já nem me agride a mim, porque eu fiz queixa dele uma vez - ganhou-me medo e respeito. Mas por trás, trata-a do pior.
Eu sei que logo que volte à minha casa, as coisas vão ficar insuportáveis. 
Se ele se atreve a voltar fazer isso à minha mãe, à minha frente, vai ouvir tantas mas tantas que até vai andar de lado. Por causa disso é que ele já não me trata mal,  eu "encosto-o" à parede de tal forma que ele perde qualquer argumento.
Mas não adianta de nada, já o fiz, ele nega e depois volta tudo ao mesmo de sempre. A minha mãe não tem coragem de o enfrentar e vai sofrer com isto até ao resto da vida dela. 

Por mais absurdo que isto pareça, só me apetece mandar internar o meu pai num hospital psiquiátrico e deixá-lo lá uns bons meses a fazer um tratamento para o comportamento agressivo dele.
Eu sei que ele está a sofrer, mas não lhe dá o direito de tratar a minha mãe assim -.-

Bunny_Cupcake

Mensagens: 4
Reputação: 0
Data de inscrição: 09/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por isaferreira em Seg Jun 17 2013, 14:08

Olá Bunny Cupcake, os meus sentimentos, não te sintas culpada, quando uma pessoa quer realmente fazer isso, faz mesmo, é muito triste chegar a esse ponto, em relação ao psicólogo, em que zona moras?

isaferreira

Mensagens: 176
Reputação: 16
Data de inscrição: 01/04/2013
Idade: 49
Localização: Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por heavenhell em Qui Ago 22 2013, 15:15

Já me falaram de uma instituição chamada "Oficina de Psicologia" que consiste numa especie de agrupamento de psicologos que fazem consultas a preços mais baratos que o normal e se virem que a situação economica da pessoa é má, ainda fazem mais barato. Não sei até que ponto é verdade porque nunca tentei contacta-los, mas pode fazer uma pesquisa no google e ver o que aparece.

Concordo com aquilo que disse de ser bastante dificil encontrar o psicologo/a certo. Costumo dizer que para mim pode ter a sala toda forrada de diplomas e especializações e não sei quê, isso a mim não me interessa nada, para mim até podia ser uma pessoa sem curso, pois aquilo que me interessa é de facto a empatia. Tenho necessidade de me sentir inspirada pelo psicologo e se não me identificar com ele e com a sua historia, não consigo simplesmente acreditar em nada que diz, tenho um grave problema em aceitar as coisas so porque sim e em aceitar que lá porque alguem andou a estudar 5 anos (basicamente decorar livros e espetar as respostas nos testes) está qualificado a ensinar-me alguma coisa sobre a vida so porque tem um pedaço de papel a comprovar que estudou, qualquer um estuda, ha dezenas de cursos de psicologia no nosso pais com centenas de vagas e com medias de entrada ridiculamente baixas. Tenho 20 anos e já frequentei 5 psicologos diferentes. Nunca quis tomar medicamentos, então recorri sempre a alternativas, mas acabei por desistir e fiquei com uma imagem muito negativa da pratica de psicologia e psiquiatria em Portugal, acho completamente vergonhosa, e ainda me revolta um bocado.

Fui reencaminhada pelo meu medico de familia para uma psicologa publica e a consulta mais longa que tive foi uma que durou 1h com a minha mae presente (porque na altura era menor) em que ela literalmente se pos a gritar comigo a chamar-me arrogante e teimosa porque eu me recusava a tomar os medicamentos que me queriam passar, não acreditava neles. Passado isso, andei lá dois anos e tinha consultas de mes a mes de 15 minutos, chegava lá e a impressão que tinha era que ela ia para lá como quem vai para um cafe falar com um amigo. Conheço pessoas emigrantes na Alemanha que uma vez me relataram algo que simplesmente me deixou revoltada. Lá os cidadãos tem direito a 25 consultas por ano de psicologia completamente gratis, 1x por semana, consultas de 1h e se ao fim disso o psicologo vir que é necessario prolongar o tratamento ainda tem mais consultas. E o que mais surpreendeu foi quando a pessoa me disse que a psicologa dela gravava as consultas, levava a gravação para casa analisava tudo, elaborava um relatorio e na consulta seguinte discutia com a paciente o que achava. Isso sim é profissionalismo, um psicologo é um profissional não basta andar lá a mandar bitaites para o ar, precisa de saber aplicar estratégias que as pessoas comuns que não andaram a estudar psicologia não sabem, por exemplo, analisar a linguagem corporal do paciente, etc... Outra coisa que é simplesmente ridicula em Portugal é a divisão psiquiatria - psicologia. Quero medicamentos vou a um psiquiatra pagar 60€ (na melhor das expectativas) ele passa-me la umas coisas (é que os psiquiatras nao fazem mais nada a não ser passar medicamentos), manda-me ir lá 6 meses depois para ver como anda a medicação e entretanto se quero psicoterapia tenho que andar a pagar ainda a um psicologo em paralelo. Parece que partem a pessoa a meio, nos EUA os psiquiatras estao também habilitados a fazer psicoterapia e alguns tem especializações em outras coisas como hipnoterapia, etc, ou seja e uma terapia integrada feita por um só especialista, isso sim é que é algo decente.

Pela experiencia que tenho nos dois psicologos publicos que andei foram perda de tempo. Fui a 2 privados mas apenas fui 2 consultas a 1 e 3 ou 4 a outro, devido aos preços uma vez que não podia pagar 50€ por consulta. Andei quase dois anos numa psicologa que tinha especialização em medicina tradicional chinesa e para alem de psicologia aplicava-me tecnicas como acupunctura e reiki, receitou-me uma carrada de produtos homepaticos e fitoterapeuticos que não fizeram efeito nenhum em mim. No final, chegou a conclusão que eu nao queria ser ajudada e que por isso não me ia tratar mais além disso a minha situação economica mudou e também deixei de puder pagar, por isso deixei de lá ir. No entanto de todos que consultei foi nessa que aprendi mais em termos de ideologia, ajudou-me a mudar o meu "mindset" para algo mais positivo, só que como entretanto deixei de ter esse apoio e como a minha volta em termos de ambiente familiar só tenho estimulos negativos voltei a recair, mas agora desisti de psicologos e tive que me render e ceder aos medicamentos.

Bem, moral da historia: acho importante que encontre um psicologo com o qual se identifique, pode também procurar material de apoio como por exemplo videos e exercicios de meditação, livros de auto-ajuda, etc, mas no final o que vai realmente contar vão ser as mudanças que vai executar na sua vida. Só se esta com o terapeuta na melhor das hipotese 1h por semana, mas temos que viver 168h numa semana, se não tivermos um bom ambiente ou um projecto de vida ou um estimulo positivo torna-se dificil a 1h ser suficiente para mudar as outras 167h. Foi o que aprendi com a minha experiencia.

É uma situação de facto traumatizante nunca lidei com a morte de ninguém proximo, por isso não consigo imaginar como é. Mas acho que não tem necessidade em se armar em martir isto é sacrificar a sua saude mental para dar apoio aos seus pais num ambiente disfuncional. Acho que deve seguir com a sua vida sem ficar presa a esse sentimento de culpa e obrigação. Por mais proxima que seja com uma pessoa, é impossivel saber tudo o que essa pessoa é, tudo o que se passa na cabeça dessa pessoa, não foi "incompetencia" da sua parte pois era completamente impossivel prever que isso ia acontecer e mesmo se fosse possivel, não sei se poderia ser evitado. As pessoas que pensam em suicidio geralmente vivem um sofrimento extremo e vem o suicidio como uma libertação dos problemas da vida, geralmente reservam esses pensamentos para si e uma vez que decidem executar é porque estão mesmo determinados, é muito complicado, podia dar-lhe o carinho todo do mundo mesmo assim haveriam coisas só da pessoa que não iria conseguir ajudar ou mudar, pois só a pessoa tem o poder de tomar a iniciativa em mudar certas coisas... Da forma como fala da sua irma, o que entendo a ler é que deu tudo o que podia para a ajudar, por isso a culpa não é sua nem da sua irmã nem de ninguém.

heavenhell

Mensagens: 175
Reputação: 16
Data de inscrição: 22/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Bellis em Ter Nov 26 2013, 12:56

Olá a todos, sou nova neste site e quero desde já agradecer pela iniciativa. de facto a saúde mental é algo tão difícil de falar lá fora, mesmo até com os nossos familiares... Estive a ler este tópico e posso dizer-vos uma coisa. Faço psicanálise desde à alguns anos e antes disso, ainda muito nova - adolescente, fui a vários psicólogos, e mesmo durante a universidade, fui ao centro de saúde, fui à equipa do hospital de santa maria o NES do Daniel Sampaio, enfim... fui acompanhada por pedopsiquiatra, sofri imenso... tive vários episódios de suicídio... e encontrei depois de muita procura a minha paz numa psicanálise. Ainda faço actualmente - psicoterapia psicanalítica -e já lá vão cerca de 9 anos, faço hoje em dia uma vez por semana, já não por necessidade mas sim porque gosto muito, é onde cresço enquanto mãe, ser humano, esposa, amiga... é o espaço (1 hora) onde penso só em mim e onde consigo, sem críticas, pensar nos meus actos e na minha conduta. Para mim a psicanálise foi não só uma forma de tratamento (inicial) mas é hoje em dia quase um percurso de crescimento pessoal!!! Quanto ao dinheiro, claro que faz falta, mas se eu não o gastasse na psicanálise ia gastá-lo em outra coisa, é sempre assim!
A Oficina de Psicologia tem preços mais baixos mas as consultas são dadas por estagiários, eu julgo, pela minha experiência, que não vale a pena tentarmos ir a um psicólogo ou psicoterapeuta porque é barato ou porque funcionou com alguém... eu sei que é preciso ter sorte de encontrarmos a pessoa indicada que nos entenda e que nos saiba acolher. Eu conheço uma psicóloga que acompanha pessoas a 15 euros, simplesmente porque deixaram de conseguir pagar e ela em vez de os mandar embora (como acontece em muitas situações) fica com elas a um preço mais baixo até que se recomponham. Ela é óptima, mas lá está, pode mesmo ser até que não tenha empatia com todos, mas é um bom contacto, se quiserem eu dou.
Nunca desistam, a doença mental é muito mal tratada neste país, mas nunca desistam!!! tudo na vida se resolve, até mesmo a nossa profunda tristeza!
Saudações a todos!!

Bellis

Mensagens: 1
Reputação: 0
Data de inscrição: 26/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Vitor em Ter Nov 26 2013, 13:16

Bellis escreveu:Olá a todos, sou nova neste site e quero desde já agradecer pela iniciativa. de facto a saúde mental é algo tão difícil de falar lá fora, mesmo até com os nossos familiares... Estive a ler este tópico e posso dizer-vos uma coisa. Faço psicanálise desde à alguns anos e antes disso, ainda muito nova - adolescente, fui a vários psicólogos, e mesmo durante a universidade, fui ao centro de saúde, fui à equipa do hospital de santa maria o NES do Daniel Sampaio, enfim... fui acompanhada por pedopsiquiatra, sofri imenso... tive vários episódios de suicídio... e encontrei depois de muita procura a minha paz numa psicanálise. Ainda faço actualmente  - psicoterapia psicanalítica -e já lá vão cerca de 9 anos, faço hoje em dia uma vez por semana, já não por necessidade mas sim porque gosto muito, é onde cresço enquanto mãe, ser humano, esposa, amiga... é o espaço (1 hora) onde penso só em mim e onde consigo, sem críticas, pensar nos meus actos e na minha conduta. Para mim a psicanálise foi não só uma forma de tratamento (inicial) mas é hoje em dia quase um percurso de crescimento pessoal!!! Quanto ao dinheiro, claro que faz falta, mas se eu não o gastasse na psicanálise ia gastá-lo em outra coisa, é sempre assim!
A Oficina de Psicologia tem preços mais baixos mas as consultas são dadas por estagiários, eu julgo, pela minha experiência, que não vale a pena tentarmos ir a um psicólogo ou psicoterapeuta porque é barato ou porque funcionou com alguém... eu sei que é preciso ter sorte de encontrarmos a pessoa indicada que nos entenda e que nos saiba acolher. Eu conheço uma psicóloga que acompanha pessoas a 15 euros, simplesmente porque deixaram de conseguir pagar e ela em vez de os mandar embora (como acontece em muitas situações) fica com elas a um preço mais baixo até que se recomponham. Ela é óptima, mas lá está, pode mesmo ser até que não tenha empatia com todos, mas é um bom contacto, se quiserem eu dou.
Nunca desistam, a doença mental é muito mal tratada neste país, mas nunca desistam!!! tudo na vida se resolve, até mesmo a nossa profunda tristeza!
Saudações a todos!!
Bem vinda Bellis!
Obrigado pelo teu post. Na realidade a psicanálise é uma excelente terapia. Há quem diga que irá ser no futuro o ramo da psicologia com maior destaque e melhores resultados. Tem sido uma área um pouco esquecida e onde ainda se faz notar a falta de especialistas e principalmente com créditos firmados.

Fica a tua disponibilidade em forneceres o contacto a quem deseja experimentar essa alternativa.

Obrigado e continuação da tua total recuperação.

Vítor

_________________
As minhas intervenções neste forum não visam de modo algum substituir o acto médico. Baseiam-se na minha experiência pessoal, de participantes deste forum e de outros. Cabe a cada participante do forum procurar aconselhamento médico, psicólogo ou outro pessoal qualificado.

Vitor

Mensagens: 732
Reputação: 64
Data de inscrição: 18/01/2012
Localização: Algarve

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Kity em Ter Nov 26 2013, 14:51

Bellis escreveu:Olá a todos, sou nova neste site e quero desde já agradecer pela iniciativa. de facto a saúde mental é algo tão difícil de falar lá fora, mesmo até com os nossos familiares... Estive a ler este tópico e posso dizer-vos uma coisa. Faço psicanálise desde à alguns anos e antes disso, ainda muito nova - adolescente, fui a vários psicólogos, e mesmo durante a universidade, fui ao centro de saúde, fui à equipa do hospital de santa maria o NES do Daniel Sampaio, enfim... fui acompanhada por pedopsiquiatra, sofri imenso... tive vários episódios de suicídio... e encontrei depois de muita procura a minha paz numa psicanálise. Ainda faço actualmente  - psicoterapia psicanalítica -e já lá vão cerca de 9 anos, faço hoje em dia uma vez por semana, já não por necessidade mas sim porque gosto muito, é onde cresço enquanto mãe, ser humano, esposa, amiga... é o espaço (1 hora) onde penso só em mim e onde consigo, sem críticas, pensar nos meus actos e na minha conduta. Para mim a psicanálise foi não só uma forma de tratamento (inicial) mas é hoje em dia quase um percurso de crescimento pessoal!!! Quanto ao dinheiro, claro que faz falta, mas se eu não o gastasse na psicanálise ia gastá-lo em outra coisa, é sempre assim!
A Oficina de Psicologia tem preços mais baixos mas as consultas são dadas por estagiários, eu julgo, pela minha experiência, que não vale a pena tentarmos ir a um psicólogo ou psicoterapeuta porque é barato ou porque funcionou com alguém... eu sei que é preciso ter sorte de encontrarmos a pessoa indicada que nos entenda e que nos saiba acolher. Eu conheço uma psicóloga que acompanha pessoas a 15 euros, simplesmente porque deixaram de conseguir pagar e ela em vez de os mandar embora (como acontece em muitas situações) fica com elas a um preço mais baixo até que se recomponham. Ela é óptima, mas lá está, pode mesmo ser até que não tenha empatia com todos, mas é um bom contacto, se quiserem eu dou.
Nunca desistam, a doença mental é muito mal tratada neste país, mas nunca desistam!!! tudo na vida se resolve, até mesmo a nossa profunda tristeza!
Saudações a todos!!



Obrigada pela partilha Bellis! Smile

Kity

Mensagens: 609
Reputação: 146
Data de inscrição: 16/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Consultas Psicologia baratas / acessíveis, crianças e adultos

Mensagem por Patrícia Psi em Qua Jan 29 2014, 10:31

Bom dia,
Noutras pesquisas deparei-me com este fórum.
Desde já lamento a situação descrita. Mas creio chegar tarde...
Informo que sou Psicóloga com muita experiência, formada em 1999. Dou consultas em Oeiras a partir de 30€ e em Alverca (10 min de Lisboa), o valor das consultas varia entre 20 e 40€, consoante o rendimento do paciente. Deixo o contacto para marcação: 96 555 87 23 (Dra. Patrícia Reis das Neves) e sugiro que não deixem arrastar problemas que em muito podem perturbar a v/ qualidade de vida.
Ao dispor,
Patrícia
patricia.consultapsicologia@gmail.com

Patrícia Psi

Mensagens: 1
Reputação: 0
Data de inscrição: 29/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preciso de ajuda urgente - onde arranjar um psicólogo a um preço razoável?

Mensagem por Alessandra Regina em Qua Jan 29 2014, 12:06

meus pêsames Bunny , a morte sempre é muito dolorosa ainda mais de uma irmã , procure ajuda mesmo , pra conseguir superar este momento tão dificil , fica com Deus que ele dê consolo pra vc e sua família ...

Alessandra Regina

Mensagens: 39
Reputação: 0
Data de inscrição: 07/12/2013
Localização: SP - Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum