Últimos assuntos
» Desmame - 15 anos de alprazolam.
Viver com Ansiedade EmptyTer Fev 18 2020, 17:54 por Vitor

» passar o dia como se estivesses anestesiado
Viver com Ansiedade EmptySeg Fev 17 2020, 20:51 por guevara

» Diazepam vs Alprazolam
Viver com Ansiedade EmptyQua Out 09 2019, 21:50 por voyager

» voltou tudo,
Viver com Ansiedade EmptyQua Out 09 2019, 14:24 por CsaSousa

» Mirtazapina
Viver com Ansiedade EmptySeg Set 23 2019, 15:58 por CsaSousa

» Uma espécie de choques, descarga na cabeça, sensação de arrepio
Viver com Ansiedade EmptySeg Set 23 2019, 15:24 por CsaSousa

» Ataques de panico voltaram
Viver com Ansiedade EmptySeg Set 23 2019, 15:14 por CsaSousa

» Singulair efeitos secundários
Viver com Ansiedade EmptySeg Ago 12 2019, 18:25 por sketch

» Conviver com o monstro da Insônia
Viver com Ansiedade EmptySab Jul 06 2019, 08:17 por perhat

» outra vez por aqui...
Viver com Ansiedade EmptySeg Jun 24 2019, 20:41 por jpedro

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 65 em Seg Jan 01 2007, 03:04

Viver com Ansiedade

Ir em baixo

Viver com Ansiedade Empty Viver com Ansiedade

Mensagem por RFCF em Sab Mar 09 2019, 15:50

        Quem muro é este que limita a minha forma de agir e de pensar?
     Não consigo explicar o sofrimento que este sentimento ou condição me traz, a sensação de estar preso a um mundo de escuridão contra a própria vontade é algo que é muito difícil colocar em palavras.
     Viver com este “muro” já me levou a fazer coisas que me arrependo, incluindo tentar tirar a própria vida, mas como disse anteriormente estou preso a estes pensamentos negativos, que quando passam de uma pequena dor de cabeça a um tempestade, em que tudo de negativo que já se passou na minha vida se junta, e cria um loop de pensamentos, as consequências podem ser muito trágicas, pois nesses momentos a minha mente está tão sobrecarregada que mais nada importa, e a única solução que me passa pela cabeça é desaparecer.
     Apesar de viver com este sentimento todos os dias, é muito difícil controlar o mau estar que ele me provoca, é como se estivesse em constante mutação, e por mais que pense que encontrei uma forma de o atenuar, no dia a seguir lá está ela mais uma vez  a trazer-me de volta à terra, ou mais propriamente, à minha mente sombria.
     A medicação ajuda a atenuar os sintomas, mas depende muito de mim tentar controlar o resto, que é, não me deixar levar por esses tentáculos que me puxam para dentro de uma caverna escura e que me
deixam a sofrer nesse sítio.
     Todas as actividades que à partida são normais e que não deviam causar grande transtorno, são muitas vezes mais um obstáculo que tenho que ultrapassar ou então acabo mesmo por desistir, pois não consigo resistir às sensações negativas que apenas a ideia de efectuar essas acções me traz.
     Toda a minha vida é afectada por este “muro”, e por vezes não há forma de explicar a uma pessoa o porque de não ir a determinado sitio, o porque de não fazer determinada tarefa…..enfim, a razão é que não me sinto capaz de o fazer, porque não quero ser um estorvo ou estar apenas presente fisicamente, por isso evito evitei e e ainda continuo a evitar determinadas situações.
     Mas, apesar de tudo, com ajuda de algumas pessoas tenho conseguido contornar essa barreira algumas vezes. Ainda tenho as minhas crises, mas aos poucos vou vendo o mundo de outra forma, é um processo demorado, no meu caso 10 anos, mas com o tempo talvez consiga conviver com este problema de uma forma mais saudável.

RFCF

Mensagens : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/04/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Viver com Ansiedade Empty Re: Viver com Ansiedade

Mensagem por zeta em Qui Mar 28 2019, 18:45

Ansiedade, segundo minha opinião, todos nós temos. Uns mais outros menos, uns de um modo outros de outro..mas ela está aí e aparece do nada.
No entanto, quando a nossa vida está em equilíbrio, quer a nível sentimental, financeiro ,saúde física, a ansiedade é quase nula, a não ser que seja a ansiedade consequência de problemas com tiroide .
Antes de qualquer tratamento medicamentoso, devemos esgotar as possibilidades mais normais; saber o que desencadeia a crise, e tentar resolver isso por nós ou com ajuda de amigos , psicólogos e caso não resulte neurologista( eu não defendo psiquiatras--receitam demasiada droga).
Normalmente, uma pessoa ansiosa não se sente bem com ela própria, ou com a forma física ou com a vida que está a viver.
Ai é dar uma virada com a ajuda de alguém que consiga ser caoaz nesse sentido e de pois devagarinho ir vivendo um dia de cada vez, e pensar que há muitas ,mas muitas pessoas com este problema.
Eu faço IRS de mais de uma centena de famílias, e digo lhes 1 ou 2 famílias não compra benzo ou antidepressivos...isso é mau ,muito maus porque vai se para o caminho mais fácil; o comprimido "mágico", só que só é magico por um determinado tempo depois vira o contrario.
O que melhorou a minha ansiedade, que me provocava enxaquecas diárias, foi dedicar me á meditação, ao estudo espiritual, ao estudo e auto aplicação do reiki e encontrei o equilíbrio, em que me vejo como sou e assim aceito. Vivo um dia de cada vez, uma hora após outra, sem aquela ansiedade do "amanhã". E não tenho uma família fácil, tenho problemas como toda a gente, mas vou os resolvendo com equilíbrio, e com aquele mantra "tudo vai correr bem" "tudo passa"...
Paz interior é tudo.Não dá espaço para fantasmas de ansiedade… se eu consigo, todos conseguem, mas dá trabalho, ler muito, trabalhar muito , mas vale a pena.

_________________
Minhas respostas e conselhos, baseiam-se em experiências por mim  vividas, pelo que para melhor orientação a nivel de medicação, por favor consultem o especialista adequado.
zeta
zeta
Moderador
Moderador

Mensagens : 933
Reputação : 125
Data de inscrição : 07/07/2011
Localização : Guimaraes

http://rosette27.webnode.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum